Paciência…

É possível retomar o ritmo da sabedoria e se posicionar na vida com um pouco mais de tranquilidade e centramento. São as qualidades da paciência.

Paciência é uma virtude do ser humano baseada no autocontrole emocional, ou seja, quando um indivíduo suporta situações desagradáveis, injúrias e o incômodo de terceiros sem perder a calma e a concentração.

A paciência é principalmente baseada na tolerância com os erros alheios ou diante situações e fatos indesejados.

O ato de ter paciência pode também significar perseverança em relação a algo, como uma resposta, situação ou ação que aparentemente não tem previsão para se concretizar.

A expressão “perder a paciência” é utilizada justamente quando toda a tolerância e perseverança se esvai, quando um indivíduo já não suporta esperar, suportar ou procurar por alguma coisa ou alguém. Outra expressão bastante popular é a de que “paciência tem limite”, pois por mais paciente que um indivíduo possa ser, a paciência é findável, assim como quase todos os sentimentos humanos.

A paciência é uma das características do “ser educado e humanizado”. Saber agir com paciência significa não agir com pressa, ser atento e cuidadoso com o que se está fazendo; saber ouvir, ver, sentir e falar com parcimônia.

Muitos de nós temos um problema com a paciência, ou melhor, com a falta dela.

Nós podemos estar impacientes em todas as áreas de nossas vidas. Ou podemos ficar impacientes em certas situações. Por exemplo, enquanto esperamos na fila da loja ou estamos presos no trânsito. Ou à espera de uma certa mensagem para chegar no celular. Ou receber uma resposta de um potencial empregador.

Claro que o ritmo do nosso mundo não ajuda a cultivar a paciência. O ritmo de nossa sociedade é muito rápido.

Nós pressionamos um botão e enviamos em um e-mail, podemos comprar uma geladeira nova em segundos. Nossa comida vem pelo Delivery e chega em um determinado período de tempo, se atrasar, a refeição acaba saindo de graça. E você provavelmente sabe que ser impaciente não é útil ou saudável. Quando tentamos acelerar as coisas, só ficamos agitados e nos estressamos. O que afeta tudo arruinando uma boa refeição e até mesmo afasta as pessoas. Por exemplo: você manda uma mensagem para seu parceiro (a), mas não tem nenhuma resposta imediata. Você começa a ficar impaciente, o que provoca um sentimento de frustração e insegurança. E logo decide enviar mais e mais mensagens de cobrança. Como resultado, seu parceiro (a) fica sobrecarregado. Eles podem ignorar ou enviar uma mensagem frustrada de volta, provocando uma briga ou um clima ruim.

Felizmente, se a paciência não é uma de suas virtudes, você pode aprender a mudar isso.

Abaixo, compartilho uma ferramenta simples que podem ajudar a desenvolver a serenidade:

Adote uma atitude de relaxamento

Uma valiosa  ferramenta que está sempre disponível para você, é a respiração profunda. Tome aproximadamente três a quatro segundos para cada uma destas etapas: inspire para encher seus pulmões, segure e expire lentamente, então, pause antes de inalar outra vez. Faça a sua respiração profunda com uma frase de afirmação calmante, como: “Eu estou inspirando em relaxamento, e eu estou expirando o estresse.” Isso ajuda a mudar a sua atenção da fonte de sua impaciência para a sua respiração, abrandando seu ritmo cardíaco e tranquilizando seu sistema nervoso.

Paciência pode ser aprendida. É uma escolha!!!

Desejo uma semana rica em oportunidades e o desejo de muita serenidade!!!

Abraço

Daiane Silveira


Compartilhe com amigos



Comentários Desativados