Porque evitar o NÃO

Oiii … Você já parou para pensar que pode estar usando uma linguagem muito negativa? Como seu cérebro interpreta a palavra NÃO? Como pode mudar sua linguagem para que tenha resultados mais positivos?

Veja abaixo como a linguagem facilita o acesso as pessoas, melhores relacionamnetos e sucesso em sua comunicação.

Resultado de imagem para não diga nao

A linguagem tem por objetivo a comunicação entre os seres humanos, portanto quanto mais precisa for a linguagem, melhor será o resultado de nossa comunicação.

O que é a palavra não?

O “não”, por si só, não diz nada, logo o cérebro se fixa no que vem depois do “não”. Nossa mente para saber em que não pensar, precisam primeiro pensar.

 Veja um exemplo: Não pense em um balão azul. Pense em um balão azul.

Analise as duas frases acima. Em que você pensou quando leu uma e leu  a outra? Na mesma coisa, em um balão azul. Assim sendo, quando queremos obter um resultado, o melhor é nos referirmos ao que queremos.

Outro exemplo:” Em caso de incêndio use a escada.”

É muito comum encontrarmos em muitos prédios: “Em caso de incêndio não use o elevador”. Principalmente numa situação de pânico, é muito mais difícil e demorado pensar primeiro no que não fazer para depois pensar no que fazer.

A linguagem mais rápida e que obtém melhores resultados é a linguagem afirmativa; dizer o que deve ser feito. O uso de uma linguagem negativa provoca o comportamento que se quer evitar.

Além da palavra não, quanto mais a palavra droga é utilizada, mais é repetida, mais ela é reforçada e lembrada, levando muitos adolescentes a ficar cada vez mais curiosos a respeito, pois é por ser tão falada eles decidem experimentá-la. Há pouco tempo foi veiculada na televisão uma campanha “Se beber, não dirija. Você não acha que seria mais adequado dizer: “Se beber álcool, chame um táxi ou peça uma carona.” O foco de uma campanha deve estar no objetivo a ser alcançado e colocado em linguagem afirmativa.

 Nunca tranque o cruzamento, evite trancar o cruzamento ou não tranque o cruzamento, fazem-nos pensar na mesma coisa: trancar o cruzamento. Deixe o cruzamento livre, é a linguagem afirmativa, objetiva e eficaz.

Você diria a alguém: “Pinte esta parede de não azul”. (qualquer cor, menos azul?) Ou, “Não pinte esta parede de azul”. (não é para pintar, ou não de azul? ou de que cor?)

Exemplos com crianças: Não mexa nisto, melhor, vá brincar com aquilo. Cuidado para não cair olhe o degrau, preste atenção na escada. Em algumas situações é muito adequado usar o não: Você não precisa comer toda a comida que está no prato. (Se você quer que a criança coma toda a comida).

 “Não entre em pânico”, “Não fique aborrecido”, “Não acho que você seja chato”. Usar a linguagem negativa consigo mesmo é algo que a maioria das pessoas faz. “Não vou pensar mais nisso” e continuamos pensando.

“Evite comer doces se quer emagrecer”, só para citar alguns exemplos. Existe a tendência a pensar no que não queremos fazer e, em seguida, muitas vezes, começar a fazê-lo. Em vez de dizer o que não queremos, podemos dizer o que queremos.

Tente isto. Pense em uma frase negativa que você vem dizendo a si mesmo e experimente transformá-la em afirmativa.

Em vez de dizer “Não quero comer doces” ou “Não quero engordar”, tente dizer, “Quero comer comidas saudáveis” ou “Quero emagrecer”. Isso não só é mais agradável como, na verdade, reorienta a sua mente e prepara você para um número maior de realizações desejadas, focalizando as coisas positivas que quer que aconteça. Se você aplicar isto na sua vida, em breve vai começar a obter os resultados que deseja.

Alguns exemplos para o dia a dia:

Em caso de incêndio não use o elevador. = Em caso de incêndio use a escada.

Não esqueça o seu cartão. = Lembre de retirar o cartão

Não se esqueça de validar o ticket de estacionamento. = Lembre de validar o ticket de estacionamento.

Se beber álcool, não dirija. = Se beber álcool chame um táxi.

Nunca tranque o cruzamento. = Deixe o cruzamento livre.

Não entre em pânico. = Fique calmo.agradável.

Não quero comer doces. = Quero comer comidas saudáveis.

Não quero comer comidas gordurosas. = Quero comer frutas e verduras.

Não quero engordar.= Quero emagrecer.

Meu filho, não mexa nisso. Meu filho, vá brincar com… = Meu filho, não mexa nisso.

Não suba na cadeira.= Por favor, sente na cadeira.

É proibida a entrada  de menores de … Só é permitida a entrada de maiores de…

Não pise na grama. =Use os passeios para caminhar.

EXERCÍCIO TRANSFORMANDO FRASES NEGATIVAS EM AFIRMATIVAS

Preservando a intenção da frase, redija cada uma das frases abaixo em forma positiva. (Todas as frases são de contextos reais).

1. Não use o elevador em caso de incêndio.

2. Não ponha as mãos no vidro.

3. Nunca tranque o cruzamento.

4. Evite pisar na grama.

5. Favor não jogar papel no vaso.

6. Não entre sem limpar os pés.

7. Você nem deverá sentir-se culpada.

8. Nunca atravesse com o sinal vermelho.

9. Não deixe ao alcance das crianças.

10.Proibida a entrada de menores de 18 anos.

11.Não tomar este medicamento antes das refeições.

12.Cuidado para não cair.

13.Se não for dormir agora, vai estar com sono amanhã.

Observe o quanto você tem usado uma linguagem negativa e vá exercitando a melhor elaboração de sua fala para que possa ao longo do tempo transformar sua linguagem para que seja mais assertiva e atinja melhor seus resultados e com êxito. Ótimo exercício…

Um grande abraço e sucesso em sua nova forma de  se comunicar.

cropped-flavicon1.png

Daiane Silveira


Compartilhe com amigos



Comentários Desativados


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0