A leveza do bom humor

Ver graça no mundo não é apenas uma forma de dissipar tensões e ganhar paz de espírito, mas uma questão de escolha. Se tudo parece difícil e confuso, pode acreditar, melhor é relaxar e rir.

Quem não gosta de ter por perto pessoas de bem com a vida? O poder delas tem o poder de nos abastecer de energia, melhor ainda é ser bem humorado e se revestir dessa energia o quanto possível. Essa é a maneira de inventar o mundo cheio de graça e magia, com cores mais vibrantes e sem os limites férreos da realidade.

Rir é uma maneira de sair da mente. É uma espécie de libertação. Jogar para fora tudo o que há de ruim em nós, mesmo que por um instante. E a soma de muitos desses instantes de limpeza emocional é capaz de trazer diversos benefícios para nossa saúde.

Recentemente, o neurocientista cognitivo Scott Weems em seu livro: Ha! The Science of When We Laugth and Why ( A ciência de quando rimos e por quê), diz que assim como os exercícios físicos fortalecem o corpo, o humor é a ginástica para o cérebro, pois aquece a mente para produzir pensamentos profundos.

Somos criaturas geradoras de hipóteses. Estamos sempre tentando adivinhar o que temos que fazer ou dizer. Algumas vezes erramos em nossas avaliações mas isso é uma coisa boa. Porque é detectando erros que nosso cérebro transforma conflitos em recompensa. As recompensas viriam em forma de neurotransmissores indutores de prazer, como a dopamina, que são liberados quando um conflito é resolvido.

“O humor é uma forma de comunicação interpessoal. É como dançar com o parceiro e, de repente, dar uma pirueta. Uma boa piada dá tempero á conversa.”

No filme Patch Adams – O Amor é Contagioso (1988) , o estudante de medicina tenta curar adultos e crianças com brincadeiras, mostrando os efeitos do bom humor.

Outro exemplo são os palhaços doutores que mostram para as crianças que o quarto de hospital não precisa ser uma tortura. Que apesar das dores, o espaço pode e deve ser visto como um lugar de recuperação e divertido.

Quando temos bom humor não significa que não somos sérios. Podemos rir das derrotas e celebrar as vitórias. Rir desmonta a rigidez, deixa as pessoas porosas para o fluir da vida. E todos merecemos desfrutar desse agente poderoso contra os males do mundo. Basta perder o medo de brincar, deixar as tristezas, o orgulho, o pessimismo, as desconfianças e o perfeccionismo um instante de lado e arriscar mais para espiar o lado positivo da vida. Pode não ser fácil no começo, mas vale a pena o esforço.

Não se leve tão a sério. Quem vê graça no mundo tira o peso da existência e aprende a extrair o essencial da vida.

E você? Como você tem lidado com as adversidades do dia a dia?  Você tem escolhido a tensão, a preocupação, se manter em pensamentos negativos ou mantido bons pensamentos e o bom humor?

Manter-se enfezado ou buscando o lado bom dos acontecimentos gastam  a mesma energia, o mesmo esforço.

Desejo ótimo dia rico em oportunidades para treinar seu bom humor.

abraço

Daiane Silveira


HORÁRIOS DAS AULAS DE YOGA

SEGUNDA, TERÇA E QUINTA: 17:20h

TERÇA: 18:30h

SEGUNDA E QUARTA: 18:30h



Comentários Desativados