Fitness para o cérebro

O foco é a saúde afetiva do cérebro, manancial para a preservação dos neurônios e aumento do bem-estar

 

É fato que, com o tempo de vida, o número de neurônios tende a diminuir. Por outro lado quanto mais velho um neurônio maior a capacidade de suas conexões, e muitas delas associadas a memória do indivíduo. O problema é que hoje nós estamos perdendo mais do que natural, devido o alto nível de estresse , erros na alimentação, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas, entre outros fatores que contribuem para o envelhecimento acelerado do cérebro. Tudo isso também somado ao fato de que vivemos num mundo que cada vez mais nos facilita o raciocínio em uma série de atividades  Assim os neurônios não são estimulados a criar novas conexões, entram num estado de atrofia, de desuso, e chegam ao estado de atrofia levando a morte e consigo levam várias sinapses. Traduzindo: Use-os ou irá perdê-los.

A saúde do cérebro implica o equilíbrio da pressão arterial, da ansiedade, do sono e da imunidade

O que precisamos fazer é antes de mais nada, desacelerar o processo de perda e envelhecimento, e em seguida estimular novas conexões. Através de atividades certas, novos hábitos saudáveis, o cérebro pode se refazer através de um processo conhecido de neuro plasticidade. Trabalhar todos os seguimentos do cérebro, tentar identificar áreas de acomodação para que se possa buscar atividades que permitam o contraste, é uma forma de manter a mente sempre oxigenada e em sua melhor forma. Se a pessoa trabalha o dia toda com informática, por exemplo poderá fazer trabalhos de jardinagem, cerâmica, artesanatos. Se trabalha com atividades braçais, deve tentar aprender a jogar xadrez.

Professores falam de alunos, médicos estão sempre falando de medicina, engenheiros de engenharia, e assim vai…este é um comportamento que o cérebro chega em seu limite. Não é o xadrez, o artesanato que vão dar vida ao cérebro, mas sim os diferentes saberes, percursos, realidades.

Buscar novos caminhos do trabalho até em casa, isso pode passar a ser rico aos olhos e saudável ao cérebro, pois os estímulos recebidos aumentaram sua capacidade de percepção de novas paisagens e detalhes.

Há vários sinais de que estamos com problemas no cérebro: a falta de memória, algumas dificuldades na linguagem, mudanças de humor, desorientação espacial, depressão, entre outros.

Vale saber que, quando o humor não está bom, há comprometimento da atenção, que por sua vez, é pre-requisito para a consolidação da memória. Ao mesmo tempo, ao melhorar o emocional, o cognitivo também responde e o  desempenho do cérebro, tende a ser mais satisfatório.

Relaxamento mental e meditação

O ato de focar a atenção na respiração, pausar por alguns minutos por dia melhora o processo da criatividade. Através da meditação  regular e frequente, pode ocorrer uma alteração anatômica do córtex pre-frontal cerebral aumentando sua capacidade neuronal. Com apenas alguns minutos diários você consegue diminuir seu nível de ansiedade e transformar sua rotina sendo mais produtivo, concentrado e de forma serena agir cumprindo suas atividades. O corpo  e a mente relaxados proporcionam bem-estar onde as atividades passam a ser executadas com mais prazer e atenção, diminuindo o gasto de energia desnecessário.

Orientações para a prática de meditação

  • Escolha uma posição confortável e coluna ereta, olhos fechados ou semiabertos;
  • Foque a atenção na respiração e mantenha de forma leve e contínua;
  • Relaxe cada parte do seu corpo e deixe os pensamentos livres;
  • Permanece neste processo e liberte-se;
  • Dê tempo suficiente para absorver os efeitos de sua prática.  Os frutos virão com uma prática frequente.

Experimente novos caminhos, novas atividades; explore a capacidade de sua mente de forma criativa. Quanto mais você sair da zona de conforto, mais terá a chance de uma vida possibilitadora e mais plena. Desafie-se!

Grande abraço e o desejo de um dia de de paz

Daiane Silveira


Inscrições abertas!!!      COMPARTILHE COM AMIGOS



Comentários Desativados