É hora de procurar ajuda?

Resultado de imagem para buscar ajuda

Grande parte das pessoas enfrentam em algum momento da vida, transtornos de saúde mental que podem ser tratados; é o caso da depressão e do estresse, mas a falta de informação e o preconceito ainda fazem com que adultos e crianças sofram sozinhos em vez de procurar um profissional qualificado. Faça o teste abaixo e veja se está na hora de buscar ajuda.

TESTE: Pensar, sentir e agir

Marque a alternativa em que você mais se identifica:

1- TRANSTORNOS DO CONTROLE DE IMPULSOS

(a) Às vezes não sou capaz de controlar a minha raiva.
(b) Frequentemente ajo por impulso, o que, às vezes, traz
grandes problemas.
(c) Estou preocupado com as apostas, parece que tenho dificuldades em controlar meu comportamento quanto ao jogo.

2- ABUSO DE SUBSTÂNCIAS

(a) Durante o ano passado, tive de ingerir mais bebidas alcoólicas ou usar mais drogas para satisfazer minhas necessidades.
(b) No ano passado tentei, mas não consegui, diminuir a quantidade de bebidas alcoólicas, de drogas ou de cigarros.
(c) Durante o ano passado tive de ingerir quantidades cada vez maiores de bebidas alcoólicas ou drogas para me satisfazer ou lidar com meus problemas.

3- DEPRESSÃO MAIOR

(a) Nas últimas duas semanas venho tendo dificuldade em sentir qualquer prazer nas atividades diárias de que costumava gostar.
(b) Há cerca de 15 dias venho pensando com frequência que quero morrer.
(c) Pelo menos durante as duas últimas semanas, venho me sentindo deprimido quase todos os dias.

4- FOBIAS ESPECÍFICAS

(a) Tenho medo excessivo ou irracional de algum objeto ou situação.
(b) Estou com muito medo de algo, e meu medo interfere em minha capacidade de desenvolver o meu trabalho ou em conduzir a minha vida de maneira normal.
(c) Tenho muito medo de um objeto ou uma situação, e quando me exponho a esse estímulo entro em pânico.

5- FOBIAS SOCIAIS

(a) Sinto medo de ficar perto de outras pessoas em determinadas situações e percebo que meus medos podem ser irracionais ou excessivos.
(b) Em determinadas situações sociais, sinto extrema ansiedade.
(c) Sinto grande temor em uma ou mais situações em que eu precise interagir com outras pessoas.

6- TRANSTORNOS DA ALIMENTAÇÃO

(a) Costumo comer muito e, em seguida, vomitar ou usar laxantes, ou outros meios radicais, para evitar ganho de peso.
(b) Estou preocupado com meu peso ou com a forma do meu corpo e, consequentemente, como ou me exercito de uma forma que algumas pessoas poderiam considerar incomum.
(c) Não estou disposto ou não sou capaz de comer ou digerir o alimento em quantidade suficiente para manter o peso saudável.

7- TRANSTORNO DE ESTRESSE PÓS-TRAUMÁTICO

(a) Tenho lembranças perturbadoras relacionadas a um acontecimento traumático que experimentei no passado.
(b) Costumo ter sonhos perturbadores sobre uma experiência terrível ocorrida no passado.
(c) Às vezes me vejo revivendo o horror de um fato traumático que experimentei no passado.

8- TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA

(a) Pelo menos durante os últimos seis meses, venho sentindo preocupação e nervosismo excessivos, difíceis de controlar.
(b) No mínimo nos últimos seis meses, tenho ficado extremamente ansioso e preocupado com uma série de acontecimentos e atividades diferentes.
(c) Pelo menos durante os últimos seis meses, venho me sentindo excepcionalmente agitado, cansado, irritado, tenso ou distraído.

9- TRANSTORNO BIPOLAR

(a) Durante o ano passado tive variações súbitas de humor, sem qualquer razão aparente.
(b) Meu humor muda rapidamente, de depressivo a esfuziante, sem qualquer motivo aparente.
(c) Durante o ano passado o meu humor mudou mais de uma vez de deprimido para esfuziante.

10- TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO

(a) Repito excessivamente certos comportamentos ou pensamentos, sem conseguir parar.
(b) Pensamentos frequentes me causam grande ansiedade.
(c) Acredito que esses pensamentos possam ser irracionais ou exagerados. .

  • Se você deixou todos os itens em branco, parabéns! É provável que a sua saúde mental esteja muito bem. Caso contrário os resultados podem ajudá-lo a pensar como tem se sentido e lidado com os problemas.
  • Se marcou um item em uma ou mais categorias, é possível que esteja passando por situação de angústia que poderia ser mais bem compreendida (ou contornada) com a ajuda de um profissional.
  • Se assinalou dois ou três itens em uma ou mais categorias, talvez seja mesmo uma boa hora para consultar um psicanalista e evitar sofrer sem necessidade, já que a maioria dos problemas de saúde mental podem ser tratados.

Mais importante que o resultado do teste, entretanto, é voltar-se para si e perguntar-se se não seria o momento de cuidar de si mesmo. Afinal, quando temos uma dor de dente, por exemplo, não hesitamos em buscar um dentista. Se a dor é na alma, um psicanalista é o profissional mais indicado para cuidar desse desconforto.

Torço para que esteja tudo bem com você! Caso contrário, estou a disposição para ajudá-lo da melhor forma para que se encontre e esteja bem em sua caminhada.

Grande abraço

Daiane Silveira ______________________________________________________________________________

COMPARTILHE COM AMIGOS



Comentários Desativados